O que é a Toxoplasmose na gravidez? E porque se fala tanto dela?

Acabou de sair da consulta do seu obstreta que lhe disse algo como “Não é imune à toxoplasmose, não pode comer saladas ou alimentos crus.” 


Mas o que é a toxoplasmose?

A toxoplasmose é uma doença causada por um parasita chamado Toxoplasma gondii e que pode ter um impacto importante no desenvolvimento do feto. 

Este parasita vive dentro dos intestinos de alguns animais, como gatos e porcos. Normalmente, o sistema imunitário consegue combatê-los e evitar que fiquemos doentes. 

Durante a gravidez, o sistema imunitário torna-se mais complacente e existe o risco de transmitir a toxoplasmose ao feto. 

Como é que fico com Toxoplasmose?


Os ovos (oocistos) de toxoplasma infectam o hospedeiro (humanos e animais) através da ingestão. As principais fontes para maior risco de infecção são:

  • Mãos sujas depois de limpar a areia do gato;
  • Mãos sujas depois de estar a trabalhar no jardim;
  • Beber água de origem não conhecida, a qual pode estar infectada;
  • Comer carne crua ou mal cozinhada;
  • Uso de facas, outros talheres, superfícies ou recipientes que estiveram em contacto com carnes cruas;
  • Comer legumes, verduras e frutos que não foram devidamente lavados;
  • Ingerir queijo, leite ou derivados do leite que não foram pasteurizados;
  • Transplantes de órgãos ou transfusões de sangue.

Quando existem, quais sãos os principais sintomas de toxoplasmose?


A toxoplasmose pode assemelhar-se a uma gripe, pode surgir:

  • Dor de cabeça;
  • Dores em todo o corpo;
  • Febre;
  • Cansaço maior que o habitual.

Se o sistema imune não estiver a conseguir resolver a infecção, podem surgir sintomas mais exuberantes, tais como: 

  • Confusão;
  • Falta de equilíbrio;
  • Dificuldade em respirar;
  • Tremores;
  • Visão turva.

Como se diagnostica a toxoplasmose?


A toxoplasmose pode ser diagnosticada através de uma amostra de sangue, através dos anticorpos. Quando o parasita entra no nosso organismo, o nosso sistema imune produz os anticorpos que são pequenas moléculas que se “agarram” aos parasitas. Desta forma conseguem-se detectar estas moléculas através de uma amostra de sangue. 


Quais são as consequências da Toxoplasmose na gravidez? E porque se fala tanto dela?


A infecção por toxoplasmose tem um impacto importante no desenvolvimento do feto contudo, depende de factores da mãe e da fase da gravidez. 

Se uma grávida se infectar pela primeira vez durante o primeiro trimestre, podem acontecer aumenta o probabilidade de sofrer um aborto ou de o feto apresentar malformações congénitas graves, como cegueira, defeitos no coração ou sistema nervoso ou atraso mental. Se a grávida se infecta mais tarde durante a gravidez, o risco de aborto é muito mais baixo e os bebés nascem normais mas com maior risco de vir a desenvolver uma doença dos olhos, a corioretinite. 


Devo deixar de ter o gato em casa?


Esta é uma questão controversa e que deve ponderar e discutir com todas as pessoas que vivem consigo. 

Se adquirir toxoplasmose antes de engravidar, o risco para o feto é extremamente baixo. Se se voltar a infectar depois de já estar grávida, o risco continua a ser baixo, uma vez que já teve contacto com o parasita e o seu sistema imunitário já terá desenvolvido anticorpos contra ele, protegendo-a a si e ao feto. 

Se está a pensar engravidar, uma das análises que se pedem é justamente a pesquisa de anticorpos contra o toxoplasma. Se o resultado for positivo, quer dizer que já contactou com ele e estará imune. 

Caso o resultado seja negativo, não será imune, mas se em casa se tomarem todas as medidas e regras de higiene, é possível uma grávida que nunca contactou com gatos conviver com gatos (ver mais abaixo)

Estou grávida e infectei-me pela primeira vez com toxoplasmose. E agora?


Se está grávida e caso se confirme a infecção pela primeira vez com toxoplasma, o médico que a segue vai propor, entre outras análises, uma ecografia ao bebé e/ou uma amniocentese (o médico vai colher um pouco de líquido que está à volta do bebé, com a ajuda de uma agulha e do ecógrafo, para detectar se há infecção). Há antibióticos que podem ser usados para combater a toxoplasmose na gravidez, mas depende do tempo de gestação e também tem riscos para o feto.


Como posso prevenir a infecção de toxoplasmose?

Há algumas medidas que se devem tomar para prevenir a infecção de toxoplasmose, quando a fonte de infecção não é um gato:

  • Use luvas e lave muito bem as mãos depois de trabalhar no jardim/horta;
  • Lave muito bem as mãos, bancadas, tábuas de cortar, utensílios, pratos, caixas de plástico que estiveram em contacto com carnes cruas;
  • Cozinhe bem os alimentos, lave muito bem as frutas, legumes e vegetais, com água potável
  • Beba água que seja engarrafada ou tratada;
  • Não ingira leite ou derivados de leite que não foram pasteurizados.

Se conviver com um gato, deve tomar as seguintes medidas para proteger a sua família e a sua gravidez:

  • Mantenha o seu gato dentro de casa de forma a evitar que ele se infecte no exterior;
  • Tente ao máximo que o gato não suba para cima das bancadas, principalmente da cozinha;
  • Alimente o seu gato apenas com comida enlatada ou ração - os gatos podem infectar-se com toxoplasmose através de carnes cruas;
  • Nunca interaja com gatos vadios ou outros gatos;
  • Deve deixar a responsabilidade de limpar a areia do gato a outras pessoas. 
  • Se tiver mesmo de limpar a areia do gato, use luvas e depois lave muito bem as mãos;
  • Ponha a pá de limpeza da caixa de areia em água a ferver;
  • Limpe a caixa de areia todos os dias.

Ter um animal de estimação é também uma responsabilidade nossa - tanto a sua saúde como o seu bem estar. Abandonar um animal é maltratá-lo. 

Escrito por Dr. João Dinis
Revisto por Dr. André Dinis

  1. Blahd, W. What is toxoplasmosis? Maio 2017, acedido em https://www.webmd.com/baby/toxoplasmosis#1
  2. Dunay, IR, et al. Treatment of Toxoplasmosis: Historical Perspective, Animal Models, and Current Clinical Practice. Clin Microbiol Rev. 12 de Setembro de 2018. Volume 31(4)
  3. Aguirre, AA, et al. The One Health Approach to Toxoplasmosis: Epidemiology, Control, and Prevention Strategies. Ecohealth. 3 de Abril de 2019. doi: 10.1007/s10393-019-01405-7
  4. Borges, M, et al. How does Toxoplasmosis affect the maternal-fetal immune interface and pregnancy? Parasite Immunol. 2019 Mar;41(3):e12606. doi: 10.1111/pim