O que é a crosta láctea?

O que é?

A dermite seborreica infantil, habitualmente designada de crosta láctea, é uma inflamação cutânea (da pele), com aparecimento de escamas amareladas e oleosas no couro cabeludo do bebé.

As áreas afectadas são as de maior produção de sebo, nomeadamente couro cabeludo, face e tronco.

A dermite seborreica parece ser devida à proliferação de um fungo, chamado Malassezia que existe naturalmente na pele mas que, neste caso, se multiplicaria no excesso de sebo, juntamente com algumas bactérias.

Surge habitualmente nas primeiras 6 semanas de vida do bebé e geralmente resolve nos primeiros 6-12 meses de vida.

O sebo produzido a mais, seca e transforma-se em placas, obstruindo os poros, impedindo que seja drenado o sebo que continua a ser produzido pelas glândulas sebáceas. O resultado são escamas oleosas e amarelas que, quando se concentram, formam crostas.

O aspecto é inestético, mas a verdade é que a crosta láctea nada tem a ver com a (falta de) higiene do bebé.

O que fazer?

  • Utilizar diariamente um champô suave para bebés massajando o couro cabeludo com as pontas dos dedos e não com as unhas (para não causar feridas).
  • Pode aplicar previamente um óleo de origem vegetal, como o óleo de amêndoas doces para amolecer as crostas e, com a ajuda de um pente macio, remover as escamas.
  • No final do banho, deve enxaguar bem o champô e secar o cabelo com uma toalha.
  • Ao repetir diariamente evitará a acumulação das escamas oleosas e previne o seu reaparecimento.
  • Se a crosta láctea não desaparecer, consulte profissional de saúde. Os casos mais graves/ incomodativos podem ser tratados recorrendo a loções/cremes que contenham corticóides (anti-inflamatórios potentes).